Dos últimos acontecimentos

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Eleições – 1º turno:

Dia 3 de outubro, eu votei em Marina. Eu sabia que ia sair de casa em vão para votar por um povo que não vale a pena. Porque brasileiro é burro. Porque eu não tenho orgulho em dizer que é legal que analfabeto possa votar. Penso é que não devia mais existir analfabeto num país como o nosso.

Trilha sonora que tocava no meu MP4 no 1º turno das eleições:

“Eu presto atenção no que eles dizem, mas eles não dizem nada.
(Yeah, yeah)
Fidel e Pinochet tiram sarro de você que não faz nada.
(Yeah, yeah)
E eu começo a achar normal que algum boçal atire bombas na embaixada.
(Yeah yeah, Uoh, Uoh)
...
Toda forma de poder é uma forma de morrer por nada.
(Yeah, Yeah)
Toda forma de conduta se transforma numa luta armada.
(Uoh Uoh)
...
A história se repete mas a força deixa a história mal contada...
...
E o fascismo é fascinante e deixa a gente ignorante fascinada.
E é tão fácil ir adiante e se esquecer que a coisa toda tá errada.
Eu presto atenção no que eles dizem mas eles não dizem nada, nada, nada...” - Engenheiros do Hawaii

Agora, vem aí o segundo turno: preciso escolher entre Dilma e Serra. Preciso mesmo? Que piada!
Cada país com o governante que merece.”, é o que sempre digo.

Mudando de assunto:

Na semana passada foi o meu curso de combate a incêndio e salvatagem. Algumas aulas bem legais, particularmente as de primeiros socorros. Outras aulas muuuuito chatas, pura “encheção de lingüiça”. E eu, a sedentária mor (e única mulher da turma – o que já é normal), depois de combater fogo na terça e pular na água gelada de Rio das Ostras na quinta, parecia ter passado por aquelas máquinas de moer carne umas 12 vezes! Caramba, só não doía meu cabelo! Definitivamente, preciso entrar em forma (qualquer outra que não essa de barril).
Opinião pessoal: prefiro pular de 6 metros de uma plataforma fixa do que pular de 4 metros de um barquinho que balança pra lá e pra cá. Felizmente, pude fazer o curso com meu amigo e fiel escudeiro Daniel (como eu ia superar essas chatices sem você, amigo?). E o melhor: passei (claro!) e já tenho a carteirinha do CBSP. Nada me impede de embarcar agora. Apenas a burocracia e má vontade de uns ou outros. Mas, espero eu, são coisas que podem ser superadas (por bem ou por mal. Aguardem cenas dos próximos capítulos).

Ah, uma observação: obrigada, Deus, por eu não ser obrigada a fazer HUET (pra quem não sabe, o curso simula a queda de um helicóptero numa piscina – que representa o mar, claro – e o povo tem que sair dali de dentro de cabeça pra baixo, olhos vendados... Enfim, é o inferno!)

Observação 2: fiquei dois dias em Macaeca city, longe do meu baby. Chorei, confesso. Fazer o que se eu amo tanto e sinto tanta falta daquele menino lindo, esperto e com um gênio do cão? Mas preciso me preparar. Se é que há preparo pra isso. Acho mesmo é que eu vou chorar baldes e baldes quando embarcar (talvez deixe um tanque reservado só pra isso... pode ser útil na completação. Ok, piadinha infame que só quem é da área vai entender).

Mais mudança de assunto:

Lembram que eu não falo inglês, né? Mas ontem levei mais de 2 horas no MSN com um africano que trabalha na Inglaterra. Pois é. Sabe-se Deus como, mas conseguimos conversar numa boa. Tô quase me achando... Rs. E até meu baby falou o nome dele! É, talvez um dia eu tenha coragem de sair do Brasil, afinal... Mesmo que seja só a lazer.

E terminando:

Daí que hoje é véspera de feriado e cá estou eu, no escritório. “Por que?”, perguntarão os incautos. Simples: porque não tenho folgas pra tirar. Maldita vida no administrativo. Odeio muito tudo isso!

Além disso, “eu sou do povo, eu sou um Zé Ninguém... Aqui embaixo as leis são diferentes...” (já dizia uma música - bem antiga - do Biquini Cavadão. Ok, tô ficando velha mesmo). Assim sendo, meu supervisor offshore nem deu as caras por aqui e o outro supervisor já foi embora há tempos. Mas a escrava Isaura (lerê, lerê...) fica aqui esperando o ônibus pra Campos city. Não, definitivamente, a vida não é justa.

6 comentários:

Bruna on 11 de outubro de 2010 21:20 disse...

É amiga, infelizmente temos que votar, eu vou votar em branco fazer o que e eu sei que não estou exercendo minha cidadania ...
Ai que difícil ficar separada do baby, mas logo vcs estarão juntos de volta!
um abraço e ótima semana

Carlos Medeiros on 12 de outubro de 2010 10:25 disse...

Na verdade, estamos sem opção para o cargo de presidente desde o começo. Se não fosse obrigatório, nem lá ia.

christine on 12 de outubro de 2010 11:02 disse...

hahaha... até eu que estou na China vou votar. E vou votar no Serra. Pq prefiro serrar a bruxa e depois, pelo menos poder criticar. :P
Agora mudanças, não acredito nem com a Marina. 25 anos no serviço publico(em cargos de chefia) me fizeram ver bem de perto o quanto forte e poderosa é a máquina. Hoje não tenho ilusões. Beijo e estou aqui torcendo para vc embarcar logo, mesmo com os baldes de lágrimas...hahahahaha

Magui on 12 de outubro de 2010 13:15 disse...

Eu não fico analisando detalhes porque a gente acaba pirando e minha vó dizia para não peneirar demais porque não sobra nem nós.

Lilica on 12 de outubro de 2010 18:36 disse...

Menina seu filhote já deve estar grandão né! E hoje é dia dele, dia das crianças! Parabéns! Beijos

Daniel Savio on 14 de outubro de 2010 19:01 disse...

Ui, nem vui citado...

Hua, kkk, ha, ha, mas infelizmente boa parte do curso foi horrivel...

Fiquem com Deus, amiga e sobrinho.
Um abraço.

 

Copyright © 2010 Laço do Infinito by: Templates Mamanunes
Imagens Vetoriais: Easy Vectors Edição: Mamanunes