"Quem inventou o trabalho não tinha o que fazer"

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Hoje foi dia de ficar até mais tarde no trabalho. E ter que dormir em Macaé. Nem quero falar muito sobre isso; só sei que gostaria que minha vida girasse menos em torno do trabalho e que preciso de uma qualidade de vida melhor ("qualidade de vida"... eu realmente tenho alguma?). E eu até deveria estar mais aborrecida com esse cansaço que estou sentindo, pela minha falta de tempo e ânimo pra qualquer coisa... Mas sabe quando a gente deseja e briga tanto por oportunidades que não chegam que acabamos numa espécie de apatia? Eis como me sinto agora. Sorte minha ter férias que iniciam na semana que vem.

"A escravatura humana atingiu o seu ponto culminante na nossa época sob a forma de trabalho livremente assalariado." - George Bernard Shaw

"O trabalhador só se sente a vontade no seu tempo de folga, porque o seu trabalho não é voluntário, é imposto, é trabalho forçado." - Karl Marx

14 comentários:

Lulu on the sky on 10 de janeiro de 2012 18:29 disse...

Infelizmente não existe um trabalho 100% perfeito. A gente só valoriza o quanto é importante uma ocupação quando não se tem.
Big beijos e fica bem aí.

Dama de Cinzas on 11 de janeiro de 2012 06:18 disse...

Sei bem do que diz. Realmente é horrível a gente saber que batalhou, tentou todos os caminhos que eram disponíveis e o que tu quer simplesmente não acontece.

Beijocas

Flavio Ferrari on 11 de janeiro de 2012 14:11 disse...

Faça pelo menos uma coisa gostosa por semana (happy com amigos, curso de teatro, massagem). Ajuda a equilibrar essa sensação de falta de liberdade.
E, devagar, "decida" trabalhar.
O problema com as obrigações é que não temos chance de decidir por elas.

Daniel Savio on 13 de janeiro de 2012 06:31 disse...

O que eu puder fazer, vou tentar fazer para te ajudar...

Fique com Deus, amiga e sobrinho.
Um abraço.

Ludi on 14 de janeiro de 2012 20:11 disse...

Eu preciso de um emprego novo urgente, antes que eu enlouqueça!
A frase de Marx é perfeita!
Que as coisas melhorem pra nós!
Beijão

Lilica on 19 de janeiro de 2012 14:15 disse...

Sabe que tô na mesma vibe que você? Ando tão de saco cheio de ter que acordar cedo todo dia, trabalhar, trabalhar, e só! Parece que a vida está passando e eu não estou curtindo, sei lá....
Acho que depois essa fase passa né!
Beijos

Fatima Valeria on 19 de janeiro de 2012 23:14 disse...

Nova postagem.Abraços

Christine on 20 de janeiro de 2012 11:45 disse...

Oi tati,
Estava um bom tempo sem vir aqui (e em nenhum outro blog amigo também...hehehe) fim de ano conturbado, mudança de novo, marido mudando de emprego, filhos a caminho da universidade, uiiiii.
Espero que ainda a sua luz do fim do tunel esteja visivel. Não desista dela, acredite e ela irá cada dia ficar maior, mais clara e conseguentemente mais próxima. Estamos começando na segunda, 23 de janeiro, o ano do Dragão. Para os chineses o mais importante ano do ciclo dos animais. Um ano forte, de mudanças, e muito empreendimento. Força e Fé. Sempre.
Um Felis ano novo do Dragão para vc.
Xi nian Kuia lè!
Bj

Christine on 20 de janeiro de 2012 11:47 disse...

Uiiii...
Essa história de morar na China está acabando com meu português. Corrigindo:
consequentemente
Feliz...
hehehehe

Carlos Medeiros on 21 de janeiro de 2012 12:00 disse...

A gente acaba sendo escravo mesmo, sem tempo pra resolver nossas coisas.

Roderick Verden on 27 de janeiro de 2012 09:12 disse...

Ótimo texto. me tornei um vagabundo há anos, e não sinto saudades nenhuma de quando eu era um escravo, perdão, um trabalhador. Vc, Marx e Bernard Shaw têm toda razão.

Luma Rosa on 8 de fevereiro de 2012 00:16 disse...

Férias!! Acho que ja está acabando e espero tenha descansado e curtido a sua vida, seu filho... no mais, cuide da saúde!! Beijus,

Fatima Valeria on 13 de fevereiro de 2012 19:23 disse...

Reli sua postagem, as vezes me sinto assim, carga de trabalho intensa, mas o que me incomoda mesmo é não ser dona do meu tempo, sabe aquela sensação não ser dona do que é teu...Vá lá no meu blog, te espero. Abraços

Fabiana... on 17 de fevereiro de 2012 19:00 disse...

oi thati... um século mais ou menos que não passo por aqui... resolvi visitar meu velho blog (perdidinha) e resolvi vir te "ver"... vejo que infelizmente vcainda não está embarcada, né? não sei... talvez eu me engane, mas acho que é isso que falta pra vc melhorar seu lado profissional, estar onde vc gosta. mesmo estando longe do seu filho a qualidade do tempo que vc estiver com ele mesmo que fique 14 dias longe será bem melhor... pq vc estará bem melhor... e estar melhor com vc mesma é a luz no fim do túnel. sei que se conselho fosse bom... mas pense nisso... vc tem facebook?
qq coisa mande um email pra gente conversar, ok?
fabianareis2002@yahoo.com.br

beijocas!!! saudades!!!

 

Copyright © 2010 Laço do Infinito by: Templates Mamanunes
Imagens Vetoriais: Easy Vectors Edição: Mamanunes