Fim de semana do cão, trabalhando em véspera de feriado... E mesmo assim, "pra cima com a viga"!

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Filho doente. Não tem nada pior que isso. Febre, febre, febre (e alta). Fim de semana do cão. Emergência pediátrica ontem à noite. A médica insiste em receitar remédio oral, mesmo eu tendo dito que ele não toma. "Mistura com algo que ele goste" - ela disse. E por insistência dela e pena de submeter meu baby a tomar injeções de novo, eu tentei. Fracasso total, ele vomita tudo. Agora, a febre dele tá altíssima e eu tive que vir pra Macaé (eu sei, é véspera de feriado e eu não tenho nada a fazer aqui... Mas tenho que cumprir horário - e nem preciso comentar outra vez como acho isso uma boçalidade). Antes de sair, avisei a mamãe que ia levá-lo à emergência de novo quando retornasse a Campos. Mesmo assim, mamãe liga pra me encher o saco e dizer que Biel tá pior pq não conseguimos dar o remédio a ele - como se eu quisesse ter vindo pra cá e deixado meu filho doente em casa. Mais incrível é que ela e todo mundo sabe do meu atual estado de humor. Daqui a pouco a ferradura solta dos meus cascos com tanta força que atravessa o telefone e vai bater na cabeça do povo lá em Campos e ainda vão reclamar dizendo que sou ignorante. Tento pensar "calma, você é uma lady", mas não me controlo e mando uma mensagem (não muito delicada) via celular.

Pra completar, muito sono e esse tempo chuvoso. Ótima pedida pra quem não tem que sair de casa. Infelizmente, não é meu caso...

Então, eu respiro fundo e lembro do e-mail que Mr Jens mandou: "Pra cima com a viga!". Você tem toda razão, queridíssimo. Fecho os olhos por alguns segundos e repito o mantra: "amanhã é feriado, amanhã é feriado, amanhã é feriado..." enquanto desejo profundamente que o relógio aponte 10 pras 5:00.

PS: A todos os amigos, reais ou virtuais, obrigada por toda força e apoio nessa fasezinha meio nebulosa.

PS 2: Cada povo tem o governante que merece. E brasileiro (tá, eu também sou, mas ultimamente dizer isso me envergonha) é um povinho bem ridículo. Roubos, escândalos políticos, altíssimos impostos... Mas o que importa mesmo é saber qual time está ganhando no campeonato, o que passou no último capítulo da novela e qual escola de samba vai ganhar no próximo carnaval. E, como cantava Renato Russo: "vamos comemorar o voto dos analfabetos"...

5 comentários:

Jens on 1 de novembro de 2010 19:06 disse...

Oi Tathi:
que tudo se resolva da melhor maneira possível, especialmente em relação a saúde do Gabriel, é o meu desejo.
Quanto à política, eu gostei do resultado. Assim, sem mais comentários.
Um beijo para você e um feriado tranquilo.

Daniel Savio on 1 de novembro de 2010 20:03 disse...

Quando eu desembarcar, a gente faz algo para compensar estes maus momentos, não quer dizer exatamente explodi alguns lugares que conheçemos, ok?

Hua, kkk, ha, ha, brincadeira com um fundo de verdade.

Fiquem com Deus, amiga e sobrinho.
Um abraço.

christine on 2 de novembro de 2010 10:45 disse...

Ah, Tathi, esse negócio de febre é um estresse daqueles... mas depois dos 4/5 anos eles param com essas febronas...ok, não é muito consolador, mas é verdade. Passei muitos sábados e domingos no PS com meus meninos e, de repente, tudo passou.
Sobre a política, nem quero lembrar... só vou para o Brasil em março, pq é a formatura da minha enteada (por sinal, bióloga!)
Beijo.

Lilica on 2 de novembro de 2010 17:52 disse...

Espero que seu filhinho esteja melhor. Beijos e fica com Deus.

on 2 de novembro de 2010 23:09 disse...

Tathi torço para que o Biel esteja melhor.Essas medicas de emergência irrita a gente atendem numa má vontade né.Fique c Deus,tudo vai dar certo viu .Bjus

 

Copyright © 2010 Laço do Infinito by: Templates Mamanunes
Imagens Vetoriais: Easy Vectors Edição: Mamanunes