Fim de semana

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Domingo levei meu filho à praia pela primeira vez. Estrategicamente, uma praia com quase ninguém e de ondas pequenas. Mesmo assim, meu filho, no começo, não queria nem colocar os pés na areia. Haja colo! Depois de finalmente colocar os pezinhos na areia, a luta foi fazê-lo entrar no mar. Ele foi no meu colo, chorando. E não ficou nem 5 minutos. “Mamãe, qué água” (no caso, potável!). Pedido atendido. Nova tentativa de entrar no mar. Dessa vez, sem choro, mas com algum protesto: “Qué mar não, mamãe!”. Prossegui, afinal, deduzi que isso é só falta de costume. Menos de cinco minutos, ele de novo: “Mamãe, qué bicoitino” (traduzindo: biscoitinho. Ele tem alguma dificuldade com "nh", e "lh"). Espertinho ele, não? E lá vamos pra areia de novo. E eu que detesto ir pra praia pra ficar na areia! Gosto de mar calminho (não sei nadar), pra poder ficar o máximo de tempo possível. Se for pra ficar no calorão tostando, prefiro meu quarto com ar-condicionado. Ainda mais agora que estou totalmente fora de forma. Mas tudo pelo meu filho, né? Até cavar buraco na areia para fazer “piscininha”... Detalhe: cheguei em casa com as pernas (que há tempos não sabiam o que era o sol) literalmente queimadas, tive que passar pomada e tudo. E, vejam que “sexy”: queimei as pernas de um lado só devido à posição em que fiquei pra brincar com meu filho. É, eu mereço. O bom foi que ele ficou bem cansado e dormiu cedo (eu também!).

Outra do Gabriel:

Sábado, estávamos eu e mamãe separando coisas de maquiagem com validade vencida, especialmente os batons. Biel estava desenhando no chão (porque cansei dele rabiscar todas as minhas roupas de cama!). Não sabia que ele estava prestando atenção até que ele levantou e pediu, apontando: “Vovó, qué cola batão”. Minha mãe não entendeu nada. Mas eu expliquei: “Filho, isso é BATOM, não cola BASTÃO” (coisa que, obviamente, ele usa na escola). Ora, ele viu uma coisa que abre da mesma maneira que a cola bastão, então fez a associação. E minha mãe morreu de rir!

No mais, acho que me atrasei muito para programar passeios para o carnaval. Queria uma coisa tranqüila para poder me divertir com Biel. Mas estou à procura de algo legal desde semana passada e, infelizmente, o que não está lotado está com preços exorbitantes. O jeito vai ser improvisar (alugar uns filmes, passear por alguma praia tranqüila e talvez, quem sabe, finalmente comprar uma piscina).

“Cem gramas de mãe valem um quilo de sacerdócio.” - Provérbio Espanhol

10 comentários:

Palavras Vagabundas on 22 de fevereiro de 2011 17:54 disse...

Tathi, ser mãe é sofrer queimaduras de sol no paraíso, rs
Minha filha caçula ia a praia e ficava de costas para o mar na areia porque ele era muito grande!
bjs
Jussara

Fatima Valéria on 22 de fevereiro de 2011 21:00 disse...

Compre muito giz de cera, lápis multicoloridos e deixe o artista se expressar...ops...em seus lençois pode até ser arte contemporânea. Maior força pro Biel!!!! e p vc tb claro...

Jens on 22 de fevereiro de 2011 22:04 disse...

Ser mãe é padecer no paraíso.

Beijo, Tathi.

Daniel Savio on 23 de fevereiro de 2011 22:24 disse...

Hua, kkk, ha, ha, se sabe que ele vai nos passar em conhecimento, não sabe?

Momento "o tio percebendo que o sobrinho que vai ensinar as coisas".

Fiquem com Deus, amiga e sobrinho.
Um abraço.

Lilica on 24 de fevereiro de 2011 19:15 disse...

Ah que fofo! Eu tinha muito medo do mar quando era criança e tenho um pouco de medo até hoje! Mas insiste porque talvez na próxima vez ele já aproveite mais o mar! Beijinhos

DO on 25 de fevereiro de 2011 12:19 disse...

O medo do desconhecido é fogo,né Tathi,rss. Mas to aqui me perguntando se vc se esqueceu de passar o protetor solar em vc mesma,ou tb no filhão?rss

]Beijos!

Renata on 25 de fevereiro de 2011 16:09 disse...

Querida, tanto tempo que não venho aqui. A última vez acho que o Gabriel nem falava ainda! Agora já sabe até o que é cola bastão! rsrs. Mudei o blog, viu, de Bruxa de Blu pra esse do link. Depois troca lá.

Beijo!

Tathiana on 25 de fevereiro de 2011 16:29 disse...

DO, eu só esqueci de passar em mim. Ele é muito branquinho e usei protetor 60! rs. Beijão.

Fatima Valéria on 25 de fevereiro de 2011 23:41 disse...

nova postagem http://expressaempalavrasearte.blogspot.com

Ludi on 27 de fevereiro de 2011 20:51 disse...

AI criança revigora a gente né!
Eu moro na praia e fazem uns bons anos que não sei o que é tomar sol kkkkkkkkkkk
Detesto ficar torrando na areia e como as praias aqui não são tão limpas como deveriam, prefiro ficar em casa hehe
Beijão e uma ótima semana!

 

Copyright © 2010 Laço do Infinito by: Templates Mamanunes
Imagens Vetoriais: Easy Vectors Edição: Mamanunes